PT
ENG
Vieira da Silva: gravuras para L’Inclémence Lointaine de René Char
Galeria piso 0
14 Dezembro 1995 - 04 Fevereiro 1996
Vieira da Silva: gravuras para L’Inclémence Lointaine de René Char
Só uma grande amizade, iniciada em 1953, levaria Vieira da Silva a corresponder ao pedido do poeta René Char (1907-1988) para realizar uma série de 25 gravuras a buril, destinadas a ilustrar alguns dos poemas de L’Inclémence Lointaine.
Após dois anos de intenso trabalho, L’Inclémence Lointaine é apresentada com enorme êxito em Paris, em 1961, pelo editor Pierre Berès (Hermann). Dois anos depois, a Galeria Gravura traz a Portugal esta exposição.
Em 1970, L’Inclémence Lointaine visita de novo Lisboa, ao ser seleccionada para a retrospectiva de Vieira da Silva organizada na Fundação Calouste Gulbenkian.
A exposição que agora se apresenta vem somar às 25 gravuras de Vieira uma parte importante do espólio legado à Fundação Arpad Szenes-Vieira da Silva, que consiste nas várias provas de ensaio e de artista, algumas aguareladas, que serviram de estudo às gravuras definitivas que ilustram os poemas de Char.
VOLTAR
© Copyright FASVS 2010 | Design by MOZO