PT
ENG
OBRA GRAVADA DE ARPAD SZENES E VIEIRA DA SILVA
Museu do Vinho, Bairrada
17 Junho 2017 - 17 Setembro 2017
OBRA GRAVADA DE ARPAD SZENES E VIEIRA DA SILVA

Novo ciclo expositivo no Museu do Vinho Bairrada.

 

A “Obra Gravada” de Arpad Szenes e de Vieira da Silva está patente no Museu do Vinho Bairrada, em Anadia, até 17 de setembro próximo.

 

Graças a uma parceria entre o Município de Anadia e a Fundação Arpad Szenes – Vieira da Silva, são mais de 60 as gravuras selecionadas para esta exposição, que mostra a evolução do trabalho dos dois artistas nesta vertente específica. 

 

De Arpad Szenes, está em Anadia um “conjunto de 31 gravuras” que “abrange as técnicas do buril, águatinta, litografia e serigrafia”, e cuja “data de produção vai da década de 1930 à de 1980, abarcando o período de maturidade do artista. A diversidade temática e plástica, de representações mais abstractas a representações figurativas, encontra um paralelo no percurso pictórico de Szenes. Este conjunto que aqui se apresenta é, deste modo, um percurso gráfico revelador de um outro percurso, o da pintura”, segundo Marina Bairrão Ruivo, diretora da Fundação Arpad Szenes – Vieira da Silva.

 

Ainda de acordo com esta responsável, “a gravura tem um significado próprio no conjunto da obra plástica de Vieira da Silva”, lembrando que, tal como na pintura, a artista “tentou pela gravura descrever o mundo e desvendar a sua complexidade, sugerindo o espaço, o correr do tempo, utilizando metáforas e metamorfoses”. Considera, também, que este conjunto de trabalhos “desvenda a sua tentativa de traduzir a realidade, que não corresponde nunca à maneira como nos habituaram a vê-la, de uma forma plasticamente credível”.



Cumplicidade… Talvez seja esta a melhor palavra para resumir a vida e a obra de Maria Helena Vieira da Silva e de Arpad Szenes. Dois cúmplices no amor, na arte, na resistência, no exílio, na esperança… E se a produção artística de cada um é expressão dos respetivos gostos, sensibilidades, influências, ou técnicas, ela é também o resultado de uma solidão a dois, e, ao mesmo tempo, de muitas amizades e partilhas. Dois grandes nomes das artes plásticas, ela portuguesa e ele húngaro, unidos e moldados pelo cosmopolitismo francês, pelas viagens, pelas dificuldades, pela persistência e pela consagração.
Graças a uma parceria com a Fundação Arpad Szenes –Vieira da Silva, o Município de Anadia tem a grata oportunidade de apresentar, no Museu do Vinho Bairrada, a exposição “Obra Gravada”, que reúne mais de seis dezenas de gravuras dos dois artistas, provenientes da colecção que a fundação tem à sua guarda. São trabalhos criteriosamente escolhidos e que permitem perceber a evolução, neste domínio específico, da obra de Arpad Szenes, entre 1930 e 1980, e de Maria Helena Vieira da Silva, entre 1960 1991, e constatar a diversidade de temas, de estilos, de paletas, e de técnicas.

1 de Junho de 2017

A Presidente da Câmara Municipal de Anadia

Maria Teresa Belém Correia Cardoso

 

VOLTAR
© Copyright FASVS 2010 | Design by MOZO