PT
ENG
ARPAD SZENES E VIEIRA DA SILVA | OS ANOS DO EXÍLIO NO BRASIL 1940-1947
Museu
VOLTAR
18 de 21
O CASAL
“E no Rio de Janeiro também Arpad desenhou a sua mulher numa série de retratos, imagem de penetrante intimidade e de uma verdade tamanha que o destino tornaria mítica.”

José Augusto França

 

“Desde os primeiros dias eu comecei a desenhá-la. Quando lhe fazia a corte, que durou longos meses, eu a desenhava ainda e continuei até 1958 […] Enquanto estivemos no Brasil, muitas vezes desenhei Vieira abatida pelo calor, fatigada, a descansar. Era maravilhoso, ela não se mexia.”

Arpad Szenes

 

© Copyright FASVS 2010 | Design by MOZO