PT
ENG
VIEIRA DA SILVA & ARPAD SZENES | AMOR, ARTE E EXÍLIO
Galerias Piso 1
04 Março 2021 - 06 Junho 2021
VIEIRA DA SILVA & ARPAD SZENES | AMOR, ARTE E EXÍLIO

MARIA HELENA VIEIRA DA SILVA e ARPAD SZENES, da Europa e do Mundo

Portugal assume entre 1 de janeiro e 30 de junho de 2021 a Presidência rotativa do Conselho da União Europeia. Uma das prioridades do programa da Presidência portuguesa é reforçar a autonomia de uma Europa aberta ao mundo e uma das suas políticas é a de avançar com o Novo Pacto em matéria de Migração e Asilo.

Este tema, hoje tão actual, foi vivido de forma dramática pelo casal de artistas Maria Helena Vieira da Silva e Arpad Szenes, em 1939. Oriundos de famílias da alta burguesia, com contactos dentro do governo português, de nada lhes valeu a sua posição ao serem confrontados com a política anti-comunista do Governo de António Oliveira Salazar.

Obrigados a fugir de França e tendo-lhes sido recusada a nacionalidade portuguesa, que Vieira da Silva perdera ao casar com um húngaro, restava-lhes o Brasil que, apesar de estar também sob uma ditadura -  a de Getúlio Vargas – não fechava portas a artistas e intelectuais oriundos de Portugal. O Brasil chegou mesmo a propor-lhes a nacionalidade brasileira, mas com o ojectivo de regressar à Europa assim que a II Grande Guerra terminasse, o casal recusou a oferta.

Maria Helena Vieira da Silva e Arpad Szenes acabariam por receber, em 1956, mas do Estado Francês, a ambicionada nacionalidade, garante de que pertenciam a algum lugar, um lugar na Europa, onde ambos nasceram. Neste ano o casal veio a Lisboa, momento que foi registado em fotografia por João Cutileiro e que podemos ver agora no museu. Em 1952 tinha-lhes sido recusada, uma vez mais, a nacionalidade portuguesa, por parte do Governo. A pintora, com obra reconhecida em todo o mundo, nunca esqueceria este momento e recusou, até ao dia 25 de Abril de 1974, a sua presença em qualquer acto oficial português, sempre que estivesse presente algum representante do Governo da ditadura.

Hoje temos outro Portugal e o orgulho de pertencer a uma Europa livre e democrática. Um lugar onde Maria Helena Vieira da Silva e Arpad Szenes se sentiriam em casa.

© Copyright FASVS 2010 | Design by MOZO