PT
ENG
PALESTRA
PALESTRA

Manuel Castro Caldas

Conferência no âmbito da exposição “Sonnabend | Paris - New York”

Aspectos diferenciais da sensibilidade Pop: estatuto do objecto, percepção, prática e  política no reino da facticidade.

Explorar-se-á a ideia de que o abrupto confronto entre a tradição da ‘Escola de Paris’ e a emergência de uma sensibilide Pop - que Ileana Sonnabend quis ver ultrapassado com a corajosa programação da sua galeria parisiense na década de 60 – indiciava mais do que um simples conflito de gosto(s). As obras agora reunidas na exposição “Sonnabend - Paris/New York” baseiam o seu sentido em registos materiais e modalidades conceptivas e perceptivas que não poderiam senão prenunciar um “outro mundo” - desconhecido, opaco, incompreensível - para a Paris de então. Crítica ou já nem isso, a “distância” que então habitava esses objectos  para o bem e para o mal está ainda connosco.

16 de Abril de 2015

18h00

Auditório do Museu Arpad Szenes - Vieira da Silva,
Entrada Livre.

Manuel Castro Caldas estudou pintura em Lisboa (E.S.B.A.L.) e Nova Iorque (Whitney Museum of American Art Independent Study Program). Obteve o seu B.A. na New York University e o seu M.A. no Institute of Fine Arts, em Nova Iorque. Foi responsável pelas aquisições da Colecção de Arte Contemporânea Portuguesa da Fundação Luso-Americana, Lisboa. Eventualmente, escreve sobre arte e comissaria exposições, participando também em conferências, seminários e colóquios na área da Crítica, História e Teoria de Arte. Desde 1994 é Director Executivo do Ar.Co – Centro de Arte e Comunicação Visual, Lisboa, onde exerce actividade lectiva.

VOLTAR
© Copyright FASVS 2010 | Design by MOZO