PT
ENG
José ESCADA
José ESCADA

Lisboa, 1934 – 1980

José Jorge da Silva Escada frequentou a Escola António Arroio e o curso de pintura da Escola de Belas-Artes de Lisboa, que termina em 1958. Por volta desta altura, partilha um atelier com João Vieira, René Bertholo e Gonçalo Duarte junto ao café Gelo, no Rossio.

A sua primeira participação numa exposição colectiva é em 1953 na VIIª Geral de Artes Plásticas da SNBA.
Aderiu ao Movimento de Renovação da Arte Religiosa em 1954.

Em 1960 consegue uma bolsa da Fundação Calouste Gulbenkian para estudar em Paris, cidade onde vem a integrar o grupo KWY, formado pelos amigos Lourdes Castro, João Vieira, Gonçalo Duarte, René Bertholo, Costa Pinheiro e ainda Jan Voss e Christo. Nesta altura é convidado pela Fundação Gulbenkian para ser seu representante em Amesterdão, juntando-se assim a outros 12 artistas numa parceria entre a Fondation Européenne de la Culture e a tabaqueira holandesa TURMAC.

Regressa a Portugal em 1969.

Nos anos 70 juntou-se a Sophia de Mello Breyner Andresen para trabalhar como ilustrador.

A sua estética percorreu variados caminhos, desde a abstracção à figuração mais evidente, da transparência à opacidade, chegando mesmo a evocar uma linguagem mais naturalista. Preocupações constantes são o tratamento da forma e da luz através da cor. Escada desenvolveu também uma linguagem própria que remete para as dobragens de papel, são “pinturas - objecto, em papéis coloridos, recortados e dobrados de modo simétrico" [A.A.V.V., Centro de Arte Moderna José de Azeredo Perdigão: roteiro da coleção].
VOLTAR
© Copyright FASVS 2010 | Design by MOZO